Compartilhar

METAS E INICIATIVAS PARA PROTEÇÃO CULTIVOS, ABELHAS E MEIO AMBIENTE

O Colmeia Viva acredita que é possível conciliar desenvolvimento agrícola protegendo a biodiversidade e tem seu trabalho direcionado para a importância de uma produção sustentável de alimentos e a proteção das abelhas e do meio ambiente.

Com este o propósito é que o setor de defensivos agrícolas lançou em 2015 o Manifesto Colmeia Viva, fundamentado em princípios de conduta e cinco bandeiras de prioridades, que dão foco às ações, com objetivos e metas a serem atendidas até 2020.  São elas:

Bandeira 1 – Relação mais produtiva entre Agricultura e Apicultura.

Objetivo: Consolidar a importância da agricultura para a apicultura e vice-versa, por meio da construção de uma relação “ganha-ganha” entre agricultor e apicultor, valorizando a polinização realizada por abelhas e os serviços comerciais de polinização.

Meta até 2020:  Implantar um Plano Nacional, via plataforma digital, que possibilite o diálogo, firmando parcerias com pelo menos uma entidade representativa da agricultura, apicultura e de aplicação de defensivos, nas seguintes áreas-foco: São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul (até o final de 2018) e Mato Grosso, Minas Gerais, Bahia e Goiás. (até o final de 2019).

 

Bandeira 2 – A abelha no âmbito da agricultura, do defensivo agrícola e da biodiversidade,

Objetivo: Desenvolver e disseminar conhecimento profundo sobre a interação entre as abelhas, a agricultura e o uso de defensivos agrícolas.

Meta até 2020: Participação no fomento à informação, pesquisa e desenvolvimento de serviços comerciais de polinização, biodiversidade e agricultura.

 

Bandeira 3 – Complementaridade entre os defensivos agrícolas e a polinização realizada pelas abelhas

Objetivo: Criar mecanismos customizados de proteção das abelhas, de acordo com a taxa de dependência e polinização das culturas agrícolas.

Meta até 2020: Identificar técnicas amigáveis às abelhas, relacionadas à aplicação de defensivos, customizadas para culturas dependentes, beneficiadas e não dependentes de polinização realizada pelas abelhas. As culturas-foco serão definidas até 31 de dezembro de 2018, considerando os resultados preliminares das áreas-foco relativas às bandeiras 1 e 4.

 

Bandeira 4 – Conscientização da cadeia de distribuição sobre a importância da integração agricultura-apicultura.

Objetivo: Engajar a cadeia de distribuição (envolvendo equipes de marketing e vendas, distribuidores, revenda e cooperativas) para garantir a orientação para a aplicação correta de produtos, minimizando danos à polinização e às abelhas.

Meta até 2020: Capacitar 100% das equipes de vendas das empresas signatárias até 31 de dezembro de 2018 e impactar 70% da sua rede de distribuição de produtos nas áreas-foco, representadas pelos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso até 31 de dezembro de 2020.

 

Bandeira 5 -Transparência e proatividade na relação com o governo em prol do uso correto de defensivos agrícolas e da proteção das abelhas

Objetivo: Colaborar na criação de mecanismos de regulamentação para a proteção e segurança das pessoas, do meio ambiente e das abelhas.

Meta até 2020:  Reportar os resultados do Colmeia Viva®, fornecendo subsídios aos mecanismos de regulamentação no tema

 

Para o cumprimento dessas metas, o Colmeia Viva® conta com 09 iniciativas. Conheça cada uma delas clicando aqui

 

Contato

colmeiaviva@sindiveg.org.br

Colmeia Viva Mapeamento de Abelhas Participativo
0800 771 8000

Assessoria de Imprensa
imprensa@sindiveg.org.br
(11) 5094-5529

Realização

Signatárias